Bitcoin sob radar

O mês de outubro está começando com ganhos expressivos no mercado de criptomoedas. Somente nas últimas 24 horas, o Bitcoin teve 7% de alta, e atualmente é negociado na casa de US$ 8.300.

Depois de ter desvalorizado mais de US$ 2 mil na última semana, o Bitcoin parece estar esboçando uma reação para reverter este quadro. Após atingir hoje marca superior aos US$ 8.300, o Bitcoin conseguiu se estabilizar acima dos US$ 8.000, tarefa que tenta cumprir desde sexta-feira.

Na última semana vimos novamente o Bitcoin oscilar bastante, mas dessa vez com uma queda de aproximadamente -20% logo no início da semana, rompendo um importante suporte na região dos 10.000 dólares. O valor mínimo negociado chegou aos US$7.900 e a semana fechou próximo aos 8.100 dólares.

É importante ressaltar a divergência de opiniões entre os especialistas. Enquanto alguns analistas consideram que a partir de hoje o mercado terá um ponto de virada em seus preços, outros preveem que um quadro de queda ainda não está descartado.

Especialistas acreditam que parte dessa queda é resultado do modesto volume negociado na Bakkt,corretora de contratos futuros de Bitcoin da ICE que iniciou as operações no dia 23 de setembro deste ano. No dia de sua estreia foram negociados apenas 70 bitcoins, representando o baixo volume de US$ 700.000.

A boa notícia fica para o Hash Rate, o poder de processamento da rede do bitcoin é agora 8x mais forte do que em Dezembro de 2017, quando o bitcoin atingiu sua máxima histórica de 20.000 dólares. O Hash Rate é uma ótima medida de quão forte o Bitcoin esta e do aumento de sua segurança e transparência.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]