Esquema Ponzi pode estar descarregando bilhões em cryptomoedas

Um suposto esquema Ponzi baseado na China pode estar colapsando. A Plus Token pode estar liquidando aos poucos em diversas bolsas cryptomoedas roubadas que perfazem um montante de US$ 3,5 bilhões, segundo a capitalista de risco Dovey Wan, conforme publicou em seu Twitter.

Wan, uma colaboradora da CoinDesk conhecida por seu conhecimento interno do mercado chinês, fez a afirmação na quinta-feira em um tweet. A revelação de Wan esclareceria a recente pressão de venda que fez com que o Bitcoin perdesse milhares de dólares em dias e descesse abaixo do nível de base de US$ 10.000.

O Plus Token estreou em junho de 2018 com uma carteira de criptografia de participação nos lucros informando aos usuários juros mensais de 6-18 por cento em todas as criptomoedas depositadas, citando muitas das alegações não comprovadas e táticas de marketing extravagantes associadas ao agora extinto esquema Ponzi BitConnect, incluindo negociação e arbitragem baseadas em bots – para gerar lucros.

Em 27 de junho de 2019, vários usuários da Plus Token Wallet na China, Coreia do Sul e Japão, de acordo com vários relatórios, começaram a afirmar que não podiam retirar seus ativos da carteira baseada em dispositivos móveis.

As notícias que foram divulgadas era que a Plus Token havia torrado perto de US$ 3 bilhões em fundos dos usuários.

No entanto, poucos dias depois do surgimento dos primeiros relatos de retiradas, em 29 de junho, um artigo do South China Morning Post revelou que seis chineses foram presos em Vanuatu pela polícia chinesa por operar um “golpe na internet”.

Mais tarde, o site de notícias de tecnologia chinesa 36KR, patrocinado pelo Alibaba, revelaria que os seis detidos em Vanuatu não eram outros senão os membros fundadores da equipe Plus Token, e que uma “pessoa próxima à polícia” revelou a quantidade total de cryptomoedas no esquema em 20 bilhões de yuans chineses (aproximadamente US$ 2,85 bilhões).

As estimativas de Wan, no entanto, podem indicar um valor significativamente maior se estiverem corretas. Tendo relatado que até 200.000 BTC e 800.000 ETH foram rastreados até os endereços do Plus Wallet, Wan colocaria o montante total de fundos “fraudados” pelo Plus Token perto de US $ 3,5 bilhões.

De acordo com Wan, a Plus Token ainda tem controle sobre a vasta soma de cryptomoedas e vem distribuindo partes dele entre várias bolsas incluindo Huobi, Bittrex e Binance, e tentando lavar o restante das moedas dividindo a soma entre um número de carteiras não diretamente associado à empresa. Ela acredita que o sell-off começou no início de julho. 

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]