Uma vulnerabilidade no protocolo do Ravencoin permitiu que os atacantes aumentassem a oferta total em 1,5%

O protocolo do token Ravencoin (RVN) sofreu um hacke no qual os invasores exploraram uma vulnerabilidade no protocolo para criar tokens RVN adicionais “além da base de moedas de 5000 RBN por bloco”, de acordo com Tron Black, o principal desenvolvedor do Ravencoin.

Em uma publicação no Medium, Black detalhou modus operandi do hack e conclamou os membros da equipe CryptoScope de Ravencoin a trabalharem na solução e evitar que danos maiores fossem estendidos.

A vulnerabilidade foi causada por uma submissão de código da comunidade, explorando um hack que permitiu criar moedas RVN extras além de sua oferta total de 21 bilhões. Os saldos dos detentores do token não correm perigo e nenhum dado sensível foi comprometido. A vulnerabilidade só permitiu criar tokens além da oferta inicial.

No total, o equivalente a 44 dias em RVN de mineração foi cunhado, ou cerca de 1,5% do suprimento total da criptomoeda. Black sugeriu que a comunidade possa absorver a RVN extra ou lançar um hard fork com data posteriar aos 44 dias antes.

“Como esses RVN foram transferidos para uma bolsa de valores e negociados, eles estão misturados com outros RVN e, portanto, qualquer tentativa programática de queimá-los, com apoio de mineradores e da comunidade, causaria danos irreparáveis à vítimas inocentes.” – Tron Black.

Os usuários foram incentivados a manter as negociações no mínimo até que uma correção seja emitida. Os detalhes da vulnerabilidade serão liberados somente depois que uma correção for implementada.

O RVN segue sendo negociado nas bolsas nas quais ele é transacionado e segue em queda de 0.49% frente ao Bitcoin, sendo negociado a 0.00000202 BTC.

 

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]