QTUM prepara seu primeiro hard fork

A Qtum (pronuncia-se Quantum) está se preparando para seu primeiro hard fork. Apelidado de Qtum 2.0, ele visa integrar uma série de funções e melhorias em sua blockchain. A Qtum é uma plataforma de aplicativos Blockchain descentralizada, capaz de executar contratos inteligentes em várias máquinas virtuais, já tendo fechado parcerias com a Microsoft e o Google onde figura como uma estância nas plataformas de cloud de ambas as empresas. Leia mais sobre a Qtum aqui.

Em 17 de outubro, no bloco 466.600, uma atualização do sistema na forma de um hard fork será ativada na Mainnet da Qtum. As melhorias são baseadas em uma série de recomendações feitas por desenvolvedores e membros da comunidade que abordam certos aspectos de sua tecnologia.

 

Até o momento, quatro diferentes propostas de melhorias relacionadas ao consenso foram aprovadas e serão incluídas no próximo hard fork.

O primeiro adicionará a verificação de assinatura ao script de saída da transação do contrato. No momento, é necessário que os endereços tenham um pequeno saldo de QTUM para enviar e até receber qualquer quantidade de tokens Qtum ou QRC20. Essa atualização melhorará a experiência do usuário na transação, permitindo que os endereços enviem e recebam contratos inteligentes sem saldos QTUM.

A segunda atualização integrará contratos pré-compilados à Qtum Ethereum Virtual Machine (EVM). A adição desse tipo de contrato simplifica o processo de desenvolvimento e reduz a quantia de taxas de transação (gás) gasta ao usar contratos inteligentes.

A terceira melhoria no protocolo Qtum está diretamente relacionada à máquina virtual Ethereum. Como o Qtum nunca passou por um hard fork, sua versão do EVM está desatualizada. Assim, essa atualização permitirá que se atualize com os novos recursos trazidos pelas atualizações Bizantino e Constantinopla trouxeram para o Ethereum, permitindo aplicativos mais complexos.

Por fim, o Qtum modificará o algoritmo de ajuste de dificuldade do seu protocolo de prova de participação (PoS). A ideia é alterar os longos intervalos de bloco para 128 segundos. Isso aumentará a velocidade de transação na rede, além de melhorar as recompensas de bloco para staking wallets em 12,5%.

Análise técnica

A Qtum voltou ao nível de suporte de US$ 1,42. Isso representa uma retração completa de 312% que o token sofreu ao longo do ano. Espera-se que a atualização dê algum gás à cotação.

Um fundo duplo pode estar se formando no gráfico de 1 dia da Qtum. Esse padrão técnico se desenvolve no final de uma correção, sinalizando uma mudança na tendência e uma reversão do momento de baixa para alta. Se validada, a Qtum pode estar se preparando para uma grande mudança de preço que leva a níveis de preços ainda mais altos do que os vistos até agora neste ano. Tudo vai depender do sucesso do Qtum 2.0 e se o evento estimula a pressão de compra.

Se a Qtum estiver de fato pronta para uma alta, encontrará resistência em torno de US$ 2,14, US$ 3,40 e US$ 5,92. No entanto, se a pressão de venda por trás aumentar, provavelmente haverá uma nova baixa de todos os tempos. Quebrar abaixo do cluster de suporte de US$ 1,42 pode desencadear uma correção de 20% para US$ 1,13 ou até mais.

Qtum US dollar price chart

Apesar da proximidade da atualização de todo o sistema, o desempenho de mercado da QTUM tem sido fraco. A Qtum voltou ao nível de suporte de US$ 1,42. Isso representa uma retração completa do aumento de preço de 312% que o token sofreu ao longo do ano. 

A Qtum, atualmente classificada em 36º por valor de mercado, caiu 2,07% nas últimas 24 horas. A QTUM possui um valor de mercado de US$ 160,48M com um volume de 24 horas de US$ 119,12M.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]