CryptoWatch Análise de preços: Bitcoin, Ethereum, Ripple, Bitcoin Cash e Litecoin

Abril marcou um mês importante para as principais cryptomoedas, muitas das quais consistentemente atingiram picos e aumentos de preços durante esse período. Nesse informe vamos destacar os eventos que promoveram esse rally e impactaram esses ativos.

Bitcoin (BTC)

Bitcoin está atualmente sendo negociado por US$ 9.924. Este é um salto de US$200 a partir de ontem e quase US$500 além de onde estava negociando no início da semana.

A moeda incorreu em picos – grandes e pequenos – nas últimas cinco semanas, subindo de cerca de US$ 6.400 para o estado atual. Isso é um aumento de preço de 50% em pouco mais de um mês. Um mega desafio está à frente, no entanto, na forma de US$11.700, será o próximo grande objetivo para o Bitcoin se e quando crescer além da marca de US $ 10.000.

A Goldman Sachs firma de investimento ganhou as manchetes depois de anunciar que desenvolveria uma operação de negociação de futuros de Bitcoin, trazendo assim mais legitimidade e reconhecimento para a arena das cryptomoedas. A Goldman é agora a primeira empresa de Wall Street a tomar tal ação.

O sócio da Blockchain Capital Spencer Bogart diz que outros bancos de Wall Street seguirão, sem dúvida, os passos da Goldman:

“Isso é o que muitos bancos farão – siguir o que o Goldman fez. A maioria desses bancos já ouviu falar dos números ou viu os números que empresas como Coinbase e Binance estão apresentando. Há um risco real de que algumas dessas empresas possam ultrapassar alguns dos maiores bancos de Wall Street quando chegarem ao mercado. ”

Ethereum (ETH)

Como o Bitcoin, a Ethereum também tem estado forte nas últimas cinco semanas. A moeda subiu mais de 100% desde o início de abril, atribuímos a isso a uma “maior pressão de compra”. Como o preço continua a se mover acima das linhas de tendência, mais investidores estão gradualmente demonstrando interesse.

No entanto, os indicadores MACD ainda estão mostrando sinais de um potencial mercado de baixa, predominantemente devido à decisão da SEC com relação à Ethereum (agendada para 7 de maio)como noticiamos aqui nesse portal. A Commodity Futures Trading Commission rotulou-os como commodities, o que significa que estão isentos do regulamento da SEC. A SEC, por outro lado, indicou que vê as cryptomoedas como títulos. Se a moeda cai na primeira categoria, poderia ter enormes repercussões, não só para a Ethereum, mas para várias moedas baseadas em blockchain, muitas das quais decorrem de ofertas iniciais de moeda (ICOs).

Ripple (XRP)

A Ripple (XRP) teve uma semana particularmente produtiva e está sendo negociada por cerca de US$0,91. Nas últimas quatro semanas, o Ripple saltou de US$ 0,46 para mais de US$ 0,90.

Infelizmente, a moeda teria atingido algumas barreiras legais, com a empresa enfrentando alegações de violar as leis de segurança estaduais e federais. Uma ação coletiva foi movida contra o empreendimento a Ripple, e não está claro se isso terá algum efeito duradouro no preço do XRP. A ação está baseada na Lei Taylor-Copeland.

No processo afirma-se que a venda de tokens Ripple (XRP) viola as leis de valores mobiliários dos Estados Unidos. A queixa gira em torno de Ryan Coffey, um indivíduo que comprou 650 XRP em 5 de janeiro de 2018, e depois os vendeu no dia 18 por USDT. Coffey trocou por USD, sofrendo uma perda de aproximadamente US$551.89. Uma perda de 32%.

 

De acordo com o processo, Coffey não esperava perder dinheiro com seu investimento. Interessante, considerando que a perda de dinheiro anda de mãos dadas com o setor de cryptomoedas, e a maioria das pessoas simplesmente pegam, aprende-se com elas e não dão inicio a nenhuma ação judicial. Coffey aparentemente não achava que perderia dinheiro, devido às práticas promocionais da Ripple Lab. Por exemplo, postar ou retweetar artigos que sejam favoráveis ​​ao Ripple (XRP).

Supostamente, ​​a Ripple violou não apenas o Código de Corporações da Califórnia, mas também o Securities Act. Os demandantes pedem que os tribunais declarem a venda da Ripple (XRP) uma venda de valores mobiliários não registrados. Será interessante ver como isso vai se concluir, considerando que um porta-voz da Ripple disse hoje que a empresa não é uma security sob a lei dos Estados Unidos.

 

Bitcoin Cash (BCH)

O rally de cinco semanas para o Bitcoin e Ethereum parece se aplicar também ao Bitcoin Cash, que ganhou mais de 150% desde o início de abril. No momento dessa redação, a moeda está sendo negociada em mais de US$1.670 – um pico intenso na faixa de US$1.400.

Recentemente, o Bitcoin Cash foi um assunto indireto de um processo contra Roger Ver, principal nome em torno do projeto BCH que também é dono da Bitcoin.com. Aqueles que entraram com a ação alegaram que Ver estava mesclando intencionalmente as linhas entre o Bitcoin e sua moeda spin-off para influenciar os investidores. Contudo, os fundos reunidos para financiar o processo judicial não foram suficientes para cobrir as taxas processuais. A ação já foi descartada e os orquestradores estão em processo de reembolso de doações.

Litecoin (LTC)

No momento da redação desse relatório, a Litecoin está sendo negociada por US$178. Embora a LTC continue otimista no longo prazo, a moeda não conseguiu ultrapassar a atual pressão de venda e pode encontrar resistência em US$165, forçando-a a um padrão de curto prazo.

Siga-nos no Telegram   no WhatsApp   no Twitter

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]