Recriação da CPMF incentivará a evasão fiscal via cryptomoedas

Em seu artigo publicado no portal Valor Econômico, Gustavo Loyola, ex-presidente do Banco Central, engrossa o coro dos que acreditam que a recriação da CPMF além de ser um má ideia, incentivará o uso das cryptomoedas como método de evasão fiscal.

Assim como Paulo Skaf que também discorreu sobre o tema e também anunciado aqui nesse portal. Para Skaf a criação de um imposto com esse escopo trata-se de uma “enganação” e que por ele todos os impostos federais deveriam mesmo ser resumidos em um só, contudo, sem a adesão do ICMS.

Para Gustavo Loyola um imposto nesses molde impactará diretamente a recuperação financeira, gerará efeito acumulativo e reduzirá a eficiência econômica de toda a economia.

Além de todos os efeitos negativos que um imposto como a CPMF causaria à economia. Loyola sinaliza que sistemas pagamentos baseados em criptoativos e transações financeiras fora da influência da Receita são literalmente impossíveis de serem controlados, assim como as ações dos contribuintes fazendo uso dessas tecnologias. Loyola classifica essa tentativa hipotética de controle da Receita sobre os contribuintes que fugiriam da CPMF utilizando-se das cryptomoedas como “custosas” e “insanas”.

Contudo, a possibilidade de recriação da CPMF foi completamente rechaçada ontem, pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia. Leia mais aqui.

Fonte: Money Times

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]