Panorama de mercado: Cryptomoedas e Bitcoin

Em 20 de novembro, o Bitcoin (BTC) ultrapassou seu nível de resistência de US$ 5.000 para a faixa de preço de US$ 4.000, arrastando a maior parte do mercado para baixo. Correspondentemente, o mercado de altcoins está devastado, com o Bitcoin e o XRP absorvendo a participação de mercado perdida.

Bitcoin e capitalização global de mercado

O mercado atingiu novos mínimos variando entre US$4000 a US$4050 na Coinbase. A queda segue a queda abrupta em 14 de novembro, marcando uma baixa de 13 meses para Bitcoin. Um banho de sangue como se diz no jargão dos traders.

No geral, o mercado perdeu 31% de seu valor nos últimos sete dias, uma perda total de US$64 bilhões em capitalização. No último dia, o mercado caiu de US$162 bilhões para US$140 bilhões, uma perda de 11%.

Principais ganhos e perdas

A maioria das cryptomoedas está em baixa, com Bitcoin Cash (BCH), Bitcoin Gold (BTG) e Aelf (ELF) liderando o grupo com perdas entre 20-35%. As principais perdas no Bitcoin Cash provêm do recente hard fork, bem como da seguinte guerra de hash entre o Bitcoin ABC e o Bitcoin SV. Como já reportamos aqui em primeira mão nesse portal.

O Facton (FCT) se destaca como uma cryptomoeda capaz de resistir à queda com surpreendente resiliência, com ganhos de 10%, apesar da desaceleração do mercado. Esse desempenho de ruptura está relacionado à recente parceria da moeda com a Equator, um provedor de software de empréstimo residencial.

 

Para evitar novas perdas, a conversão para moedas estáveis, como Dai (DAI), Maker (MKR), USDCoin (USDC) ou TrueUSD (TUSD), poderiam proteger contra novas quedas. Tether (USDT) deve ser evitado por causa da recente investigação do Departamento de Justiça dos EUA.

O Ripple (XRP) foi um outlier durante a queda de 14 de novembro, ultrapassando a Ethereum (ETH) como a segunda cryptomoeda por capitalização de mercado. No entanto, desta vez as duas moedas estão experimentando perdas semelhantes. Ripple caiu 12% e Ethereum caiu 15%, respectivamente.

Mudanças na participação de mercado

Em termos de participação de mercado, os maiores ganhadores desta semana foram Bitcoin e Ripple. O percentual de participação total de mercado da Bitcoin subiu em termos absolutos de 52,5% para 53,1%, um ganho relativo de 1,1%. Ripple abocanhou ​​a participação de mercado, passando de 9,8% para 12,2%, um aumento de 24%.

Os maiores perdedores desta semana foram Ethereum e Bitcoin Cash. A quota de mercado da Ethereum deteriorou-se de 10,2% para 9,5%, uma perda de 6,9%.

 

A Bakkt não tem nada a ver com a queda do Bitcoin

O atraso no lançamento da Bakkt não provocou a mudança dos mercados de cryptomoedas. A empresa decidiu mudar sua data de lançamento devido à grande demanda dos investidores no mercado dos EUA, o que pode ser considerado um desenvolvimento positivo no setor.

Alguns relatórios afirmaram que o anúncio do ICE foi precificado e a queda do BTC na semana passada foi impulsionada principalmente da Bakkt. No entanto, o impacto da Bakkt no mercado sempre foi uma incerteza e é prematuro afirmar que um atraso de pouco mais de um mês fez com que o BTC perdesse mais de um terço de seu preço.

De agosto a novembro, o BTC também demonstrou seu menor nível de volatilidade e para mover o BTC para uma grande margem, um catalisador que é mais significativo do que um mero atraso de um lançamento no mercado futuro seria necessário.

Para onde o Bitcoin esta sendo direcionado?

O volume de BTC dobrou de US$ 4 bilhões para US$ 8 bilhões nos últimos dias, sugerindo que a pressão de venda sobre o ativo se intensificou.

Historicamente, o BTC tendeu a diminuir em mais de 85% nos mercados de baixa duradoura.

 

Siga-nos no Telegram   no Instagram no WhatsApp   no Twitter

 

Empreendedor, Cientista de Dados e cryptopesquisador.