Microsoft inicia testes com smartcontracts associados a IA

O blockchain da Ethereum está sendo usado por engenheiros da Microsoft para “democratizar” a IA e o aprendizado de máquina, tornando esses sistemas tipicamente centralizados e caros mais acessíveis a todos.

Contratos inteligentes têm o potencial de impactar profundamente como os dados são gerenciados. Eles são imutáveis e permitem que os desenvolvedores recompensem usuários por participação e contribuições. E, para um blockchain como o Ethereum, milhares de nós descentralizados em todo o mundo garantem que o código esteja sempre disponível, praticamente eliminando problemas com o tempo de inatividade.

Justin Harris, engenheiro sênior de desenvolvimento de software da Microsoft, viu que os contratos inteligentes da Ethereum têm o potencial de mudar fundamentalmente como o aprendizado de máquina e os modelos de inteligência artificial são projetados.

O acesso a algoritmos de aprendizado de máquina bem projetados pode ser problemático, de acordo com Harris. Esses algoritmos tendem a ser centralizados, vendidos por consulta e treinados usando dados proprietários e caros, escreveu ele no blog oficial da Microsoft.

“Um em que as pessoas poderão executar modelos de aprendizado de máquina de maneira fácil e econômica com tecnologia que já possuem, como navegadores e aplicativos em seus telefones e outros dispositivos”.

Como teste, os desenvolvedores da Microsoft criaram com sucesso um modelo que poderia classificar o sentimento de uma revisão de filme (seja positiva ou negativa). A atualização do modelo custava apenas US$ 0,25 na blockchain da Ethereum em taxas na plataforma de cloud da Microsoft.

Isso não quer dizer que blockchain não tem limitações. Velocidades de transação (throughput) são um grande gargalo. Aprendizado de máquina e inteligência artificial são notoriamente famintos por computação. Os desenvolvedores precisam trabalhar em torno disso usando modelos que são eficientes para treinar, ou fazendo o difícil processamento de dados off-chain; eles poderiam até ser integrados usando oráculos através de um serviço como o Chainlink.

No entanto, Harris está otimista sobre o futuro do papel do blockchain na inteligência artificial.

“À medida que a tecnologia blockchain avança, prevemos que mais aplicativos para colaboração entre pessoas e modelos de aprendizado de máquina estarão disponíveis, e esperamos ver pesquisas futuras em escala para modelos mais complexos, juntamente com novos mecanismos de incentivo.”

Para conhecer mais sobre o projeto visite sua página no GitHub. Leia mais sobre a associação de blockchain e IA aqui.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]