‘Meios de pagamento são a forma mais adequada de monitorar a economia’, diz diretor do Banco Central sobre o PIX

O chefe do departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, José, Mont’Alverne Duarte, defendeu durante um painel do Fórum LIDE de Marketing e Varejo que o Banco Central não vai controlar os custos do PIX nem interferir nos mercados para controlar a economia.

Segundo o portal Mercado e Consumo, Duarte defendeu que o mercado deve se adaptar “naturalmente” ao PIX, sem intervenção do órgão ou de outras autarquias:

“Entendemos que o mercado deve agir naturalmente para se adaptar ao novo PIX. O livre mercado é importante também neste momento e não temos a intenção de regular eventuais serviços”

Ele também defendeu que o novo sistema, que será liberado para cadastramento em 11 instituições financeiras já nesta segunda-feira, vai ajudar a monitorar a economia e agregará dados importantes, que não eram possíveis nos moldes atuais:

“O PIX consegue embarcar ferramentas muito seguras e modernas, de que o legado de transações até então não dispõe. Os meios de pagamento são a forma mais tempestiva de se monitorar a economia. É uma solução tecnológica”

Ele ainda classificou a pandemia de coronavírus como “um meteoro que caiu na Terra” e que os poderes públicos e privados devem atuar em conjunto para amenizar os impactos na economia e na sociedade.

Por Lucas Caram

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]