Chainlink é controlada por 8 baleias – perigo de manipulação do mercado

A Chainlink (LINK) é um dos tokens com maior valorização de mercado, desde seu lançamento. Quem investiu US$ 1 no token, obteve nada mais, nada menos que 506% de retorno. Um ganho estratosférico.

 

Imagem: Coinliker

Uma valorização expressiva e que vem atraindo a atenção de diversos investidores, que enxergam no token, que se propõe a fornecer infraestrutura para desenvolvimento de smartcontracts e oráculos. Contudo, os dados de concentração dos tokens em circulação nas mãos de 8 baleias que detêm 69,64% do fornecimento do token LINK; isso deve servir de alerta sobre manipulação de mercado.

Com dados compilados pela IntotheBlock, evidencia-se a enorme concentração. Há um Hodler que concentra consigo, 35% de todo o ativo circulante do token LINK.

 

O restante do fornecimento está na mão de mero 9.95% dos investidores. Não é provável que os 69.64% sejam estoques de corretoras, devido ao fato de que, como salientou os dados do IntotheBlock, trata-se de endereços com baixa atividade. Portanto, estamos falando de detentores que estão observando o mercado e atuando em momentos chaves.

Uma única baleia, a que possui 35% do fornecimento, possui em carteira praticamente todo fornecimento do token: 350 milhões de LINK, ou US$ 649.43 milhões. O marketcap do LINK é de US$ US$ 699.1 milhões.

Outro dado a se prestar a atenção, é sobre a região onde há mais negociações: o ocidente ganha do oriente, no volume de transações. Ainda que o maior volume de negociações do token LINK esteja nas bolsas orientais.

 

Volume de transações entre ocidente e oriente – dados IntotheBlock
Volume Rank
Exchange
Volume (24HR)
Pares
#1 Binance $15,589,020 LINK/BTC
#2 Binance $13,416,935 LINK/USDT
#3 GDAX $6,839,041 LINK/USD
#4 Bibox $5,669,898 LINK/USDT
#5 Bibox $5,575,020 LINK/BTC
#6 Coinbene $4,724,445 LINK/BTC
#7 Bibox $4,280,358 LINK/ETH
#8 CoinEx $4,143,382 LINK/BTC
#9 Huobi $4,052,765 LINK/USDT
#10 CoinEx $3,531,813 LINK/ETH

O que nos chama a atenção é o volume apresentado nestas bolsas. O volume aproximado negociado por estas é de US$ 67.818 milhões. Considerando que a diferença entre o marketcap e o montante na mão da principal baleia é de US$ 49.67 milhões, há uma diferença de US$ 18.148 milhões no volume dessas bolsas, que ninguém sabe de onde veio.

Segundo relatório da BitWise, 95% do volume relatado das exchanges são falsos. 

A Chainlink possui forte correlação com os movimentos do Bitcoin. Como 100% das outras criptomoedas que estão elecandas e analisadas diariamente. O valor da Chainlink é dolarizado assim como do Bitcoin, via Tether (USDT).

As bolsas na qual o LINK é negociado no par LINK/USDT são:

Okex

LINK/USDT

7.18%

Volume: US$ 456.511

Gate

LINK/USDT

6.39%

Volume: US$ 28.989

Volumes insignificantes para sustentar um rali, ou um crescimento sustentável, como visto nos seus primeiros anos, desde seu lançamento.

Todo o estoque do LINK está atrelado ao Bitcoin e sua volatilidade.

 

No atual cenário, investir grandes quantias no LINK é uma atividade temerária, devido à debilidade do seu mercado e facilidade de manipulação deste.

Embora os tokens de plataformas de infraestrutura sejam as melhores opções para investimento, é preciso dar mais tempo ao projeto Chainlink, para ele mostrar sua viabilidade.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]