Relatório sobre o Mercado de Bitcoin – 15/03/2018

No dia 15 de março de 2018, o mercado demonstrou sinais de que mais uma vez que parece estar se encaminhando para uma fase de “Bearish Market”. Bearish Markets são caracterizados como mercados com tendências baixistas seguidas de estagnação, como vem ocorrendo desde o dia 20 de dezembro. Entre as duas datas muitas notícias que podem ser interpretadas como ruins passaram a tomar conta de sites de notícias com bastante alcance. As notícias vão de Hacking de Exchange, suspeita de volume e trade manipulado utilizando o Tether e até mesmo desilusão da massa de investidores, que vendeu imediatamente após o Bitcoin começar a apresentar sinais de queda.

Podemos utilizar comportamentos anteriores do mercado para tentar adivinhar o que está por vir. É um fato que o preço do Bitcoin é caracterizado até hoje em três momentos distintos:

  1. Uma rápida subida de preço em 2013 seguida de uma grande correção e preço caindo devagar ao longo de todo 2014;

  2. Um longo período de “estabilidade” entre 2014 e metade de 2016;

  3. A partir da metade de 2016 o Bitcoin se torna um ativo extremamente volátil e começa a subir de preço rapidamente a partir do segundo semestre de 2017 até chegar a sua máxima história de US$ 19.666.

Diante deste mercado de baixa, nós da CryptoWatch, vemos este cenário como ideal para acumulação de Bitcoin para o investidor de longo prazo (3 a 5 anos). É um momento ideal para que sejam feitas diversas entradas, o investidor deve sempre buscar o “dip” (menor preço possível) realizando diferentes entradas em diferentes espaços de tempo, ou seja, nunca colocando 100% do capital em uma única ordem de compra. É preferível que sejam criadas ordens com alvos decrescentes (ao menos 5% de intervalo para menos entre uma ordem e outra).

Se você é um investidor de curto prazo, não recomendamos a compra agora, o mercado está confirmando uma tendência de baixa e não há motivos racionais que indiquem a subida em um curto prazo. Você pode tentar realizar entradas quando a queda de um dia for ao menos de 10% (que não rompa os suportes de US$ 8.000 e US$7.000). Há a perspectiva de comprar no fundo e contar com a subida no curto prazo, mas consideramos que seja uma estratégia muito arriscada para o momento.

Segue a seguir algumas imagens que ajudam a compreender de onde nós formulamos nossos argumentos para crer em uma tendência baixista para o momento.

 

Imagem 1:

O mercado na época estava desfrutando de relativa estabilidade até o começo de 2013, onde começa a reverter a tendência para Bullish. O Bitcoin presencia seu primeiro dump e estabiliza em um patamar muito superior ao de 2012, antes do pump.

Imagem 2:

Depois de chegar a seu preço histórico máximo em Abril de 2013, o mercado sofre uma leve correção e passa por um breve período de estabilidade até meados de outubro de 2018, no qual o preço do Bitcoin dispara até superar a barreira dos US$1.100. Após um ataque à Mt.Gox e a descoberta de que a criptomoeda não era 100% anônima, o seu preço sofre uma grande correção e começa a cair ao longo de todo ano de 2014, como pode ser visto na imagem 3.

Imagem 3:

Imagem 4:

Após um longo período de correção (Bearish), o mercado fica estável até o ano de 2016, onde começa a apresentar extrema volatilidade até começar a entrar em uma tendência Bullish, encarando algumas correções, mas sempre ganhando volume e subindo lentamente.

 

Imagem 5:

A partir do segundo semestre de 2017, após uma breve correção, o crescimento do Bitcoin passa a ganhar atenção da mídia e de novos investidores, desde os mais experientes até os sem experiência alguma. O mercado teve um aumento exponencial em volume que refletiu em uma alta muito acelerada. No entanto as altíssimas fees de transferência do Bitcoin fizeram com que investidores desacreditassem que a criptomoeda tenha algum uso prático, o que resultou em uma grande correção e pânico para novos investidores, que despejaram seus Bitcoins no mercado.

Nós da CryptoWatch acreditamos que este ciclo possa ocorrer ao menos mais 2 vezes. No momento é impossível prever o preço futuro do Bitcoin daqui a 5 anos, mas podemos ter a perspectiva de que se trata de um ativo altamente escasso, descentralizado e que possa ter seus problemas corrigidos com a Lightning Network. Além disso, há fatores externos como possíveis crises econômicas e guerras, que podem fazer com que as pessoas busquem refúgio na criptomoeda. Por conta disso, acreditamos em sua apreciação no longo prazo.

Todas as opiniões neste artigo são pessoais e não devem ser vistas como uma previsão exata do futuro. A CryptoWatch não se responsabiliza por decisões de investimentos erradas e perdas. Este relatório deve ser utilizado como material de apoio para ajudar o leitor a ter uma imagem e leitura do mercado.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]