Bitmain revela Ethereum ASIC Miner: Matadora de mineração via GPU.

A gigante de hardware de mineração de cryptomoedas Bitmain revelou recentemente seu novo equipamento para mineração Ethereum ASIC, o Antminer E3. De acordo com a empresa, o primeiro lote estará pronto para ser enviado até meados de julho, e os pedidos estão limitados a “uma unidade por usuário”, com os embarques para a China e Taiwan sendo restritos.

A comunidade de cryptomoedas espera uma mineradora Ethereum ASIC desde fevereiro, quando rumores sobre isso começaram a aparecer na China. Como coberto, pelo analista de Wall Street, Christopher Rolland, revelou recentemente que poderia confirmar que um ASIC Ethereum fora desenvolvido e que estaria pronto para ser lançado no segundo trimestre de 2018.

Na época, Rolland declarou:

“Durante nossas viagens pela Ásia na semana passada, confirmamos que a Bitmain já desenvolveu um ASIC para a mineração da Ethereum e está preparando a cadeia de fornecimento para os embarques no segundo trimestre de 2018.”

A firma de Rolland, Susquehanna, reduziu suas perspectivas para os fabricantes de GPUs AMD e Nvidia, já que uma mineradora de ASIC provavelmente acabará com a era da mineração de GPUs para a Ethereum e provavelmente com outras cryptomoedas baseadas em Ethash.

A Bitmain disse que o novo AS3 Antminer E3 oferecerá 180MH/s de desempenho e consumirá 800w de energia, o que é um nível inédito de eficiência. Para colocar isso em perspectiva, um rig Ethereum “lucrativo” sucateado extrai 93MH/s com uma combinação de: R9 380, R9 380X, R9 390X e R9 Fury. Esse rig extrai cerca de 950w, o que é lucrativo, mas os ganhos estão caindo, e logo poderá ser insustentável operá-la. Portanto, talvez já não faça mais sentido gastar o dinheiro em um rig de GPU “eficiente” baseado em placas de vídeo.

A maior sentença de morte para o mercado de mineração baseado em GPU para minerar Ethereum é o preço do Antminer E3. A Bitmain está pedindo US$ 800 por cada unidade, o que reduz massivamente a taxa atual para um sistema baseado em GPU. Para obter 180MH/s de um mineiro de GPU, você precisaria de seis GTX 1080 Tis ou nove GTX 1060s. No mercado de GPU de hoje, um rig com essa potência está avaliado em torno de US$6.000 (provavelmente mais perto de US$7.000 ao adicionar fontes de alimentação e outros equipamentos) para construir um equipamento como esse com o GTX 1080 Tis e aproximadamente US$4.000 com GTX 1060.

Com esses números, é fácil ver que o ASIC do Bitmain tem o potencial para eliminar a mineração da Ethereum baseada em GPU rapidamente. No entanto, é cedo demais para ficar animado com a morte da mineração baseada em GPU. Existem muitas cryptomoedas e a morte da mineração da Ethereum por rig poderia simplesmente direcionar a mineração via GPU para outras moedas Ethash.

Como destaca o site Tom’s Hardware, esse é um nível inédito de eficiência quando comparado aos equipamentos de mineração de GPU que atualmente dominam o cenário de mineração da Ethereum.

 

O release da Bitmain

O Antminer E3 é um produto da Bitmain. Com 180 MH/s por US$ 800, este é o primeiro minerador Ethash ASIC do mundo. Limite de pedido de um mineiro por usuário e não disponível na China. Você também pode minerar a Ethereum através de um contrato de mineração em nuvem com a Hashflare ou a Genesis Mining.

Envio: 16 a 31 de julho. Nenhum transporte para Hong Kong, Macau, Taiwan.

Notas:

1. Algoritmo de Hashing: Ethash

Consumo de energia: 800W

Hashrate: 180MH / s

Estas são as estimativas conservadoras. Esperamos que as mineradoras ofereçam maior desempenho e eficiência quando estiverem prontas para o envio.

2. Existem riscos financeiros associados à mineração de cryptomoedas. Esses riscos podem estar relacionados às mudanças na taxa de câmbio das cryptomoedas ou a mudanças no algoritmo usado para minerar a cryptomoeda. Por favor, deliberar bem antes de fazer uma compra, porque não haverá quaisquer pedidos de reembolso para encomendas deste lote.

3. Para garantir que mais compradores em todo o mundo possam comprar mineradores neste lote, definimos um limite de um miner por usuário e não haverá envio de pedidos desse lote para endereços em Hong Kong, Macau ou Taiwan.

4. O envio de todos os pedidos neste lote começará assim que os miners estiverem prontos. Isso ocorrerá depois de 16 de julho de 2018 a 31 de julho de 2018. Se os miners estiverem prontos para embarcar antes disso, serão enviados imediatamente e haverá notificação por e-mail. Aconselha-se  pesquisar e preparar antecipadamente a liberação alfandegária para evitar atrasos ou custos inesperados.

6. Você precisará de uma PSU ATX com conectores PCIe de seis pinos. Todos os conectores PCIe em uma placa de hashing precisam estar conectados à PSU para que a placa de hashing funcione. Não conecte mais de uma PSU à mesma placa de hashing. Bitmain recomenda o APW3 ++ para alimentar o Antminer E3.

7. Separe a fonte de alimentação da placa de controle: haverá um conector PCIe adicional de seis pinos na placa IO que deve ser conectado à fonte de energia para obter energia. Certifique-se de ligar o miner somente depois que todos os conectores PCIe estiverem conectados à fonte de alimentação.

Divulgação: As métricas de equipamentos de mineração são calculadas com base em uma taxa de hash de rede de 237.711 GH  se usar uma taxa de câmbio ETH/USD de 1 ETH = US$ 373,57. Esses números variam com base na taxa de hash total da rede e na taxa de conversão ETH para USD. O custo do equipamento pode variar, a recompensa do bloco é fixada em 3 ETH e as futuras reduções de recompensa do bloco não são levadas em consideração. O preço da eletricidade usado na geração dessas métricas é de US$ 0,12 por kWh. Taxa de hash de rede varia ao longo do tempo, isso é apenas uma estimativa com base nos valores atuais.

 

                              Conheça nosso canal no Telegram

Empreendedor, Cientista de Dados e cryptopesquisador.

%d blogueiros gostam disto:

Nossa Newsletter

Inscreva-se para a nossa newsletter!

[mc4wp_form id="1627"]